O INÍCIO DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA

by Gisela Rossi

A origem da Fraternidade Branca tem início com um ser muito especial, chamado SANAT KUMARA.

•Sanat Kumara é um Grande Ser de Luz, Regente do Planeta Vênus, cuja população vive em dimensões muito elevadas. É também conhecido como o Ancião dos Dias e Deus da Paciência. Seu complemento divino é Vênus, co-regente do planeta Vênus.

•A 18.000.000 A.C Sanat Kumara teria chegado ao nosso planeta, no período corresponde à raça Lemuriana (terceira raça-raiz). Foi uma fase que a Terra estava imersa nas trevas. Sanat Kumara ofereceu sustentação de luz e instalou a Chama Trina, além de 144.00 almas de Vênus virem para auxiliar Sanat em sua missão.

•Foi construído, por 400 Kumaras, o magnífico retiro de Shamballa, a Cidade da Luz, foi um trabalho denominado “Projeto Vida”, situado no deserto de Gobi.

•Sanat Kumara, residiu nesse retiro físico, embora nunca tenha ocupado um corpo físico como o que ocupamos hoje. Esse retiro estava no universo material, porém, altamente etérico.  A construção durou 900 anos, pois, ela sofria ataques trevosos constantemente.

•Concluída a cidade sagrada, Sanat Kumara veio com uma corte de mestres, anjos e arcanjos. Com a vinda destes mestres, foi realizada uma grande cerimônia na Terra, foi quando Sanat e mais tres Kumaras ancoraram a Sagrada Chama Trina, e um dos Kumaras invocou o Raio Azul, o outro invocou o Raio Rosa e o terceiro invocou o Raio Dourado. Com isso  Sanat Kumara fez uma síntese dos três, oferecendo-a à Terra e à humanidade. Imediatamente, a natureza se renovou, animais e plantas reviveram e cada homem na Terra sentiu uma faísca de amor arder em seu coração. Neste momento a Terra então começou a mudar.

•Foi um grande momento cósmico, e muitos irmãos das estrelas se ofereceram como voluntários para ajudar no grande projeto. Segundo os registros da Grande Fraternidade Branca Universal, 9.000 seres vieram imediatamente dos reinos humano, angélico e dévico. Shamballa é o maior foco de luz da Terra, que ajuda a manter o equilíbrio energético do planeta. É o lugar “onde a vontade de Deus é conhecida”, como está escrito na Grande Invocação.

•Assim que se fixou em Shamballa, Sanat Kumara fundou a Grande Fraternidade Branca, com a ajuda de dois grandes seres: Lorde Gautama, conhecido mais tarde como “Buda” em sua encarnação como Príncipe Sidarta e Lorde Maitreya, o Cristo Cósmico. A partir daí, a Fraternidade Branca direcionou a evolução espiritual do planeta Terra, sob a orientação maior de Sanat Kumara até que, com a entrada da Era de Aquário, o Ancião dos Dias pode voltar ao seu planeta natal, já que a Terra, está enfim no caminho sem volta da ascensão espiritual.

•Sanat Kumara, em cerimônia muito especial ocorrida em 1956, passou o seu cargo de Senhor do Mundo ao Muito Amado Lorde Gautama. Shamballa está mais viva do que nunca, na Quarta Dimensão da Terra, esperando pela humanidade e pela grande ascensão planetária que já começou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.
*
*